Rally dos Sertões – Mesmo após queda, Ricardo Martins é o 3º das motos

Rally dos Sertões – Mesmo após queda, Ricardo Martins é o 3º das motos

23/08/2017

Piloto do Yamaha Rinaldi Rally Team segue firme no batalhão de elite do maior rally do país; Nesta quarta-feira (23), o destino é Barra do Garças (MT)

Aruanã (GO) – Após três dias de disputas, o catarinense Ricardo Martins segue firme no batalhão de elite das motocicletas do Rally dos Sertões. O piloto do Yamaha Rinaldi Rally Team está em terceiro lugar na classificação geral da categoria, mesmo depois de uma queda sofrida nesta terça-feira (22). O dia incluiu 306 quilômetros de desafios entre Santa Terezinha de Goiás e Aruanã, em Goiás, sendo 297 km de trechos cronometrados (especiais).

“Larguei na segunda posição e estava em um ótimo ritmo, já podia até ver a poeira do Jean Azevedo, que começou na frente. Porém, na metade da etapa, sofri uma queda em uma curva e bati as costas em um barranco. Machuquei bastante a costela e terminei o roteiro com muitas dores”, relatou Martins. “Fui examinado pelos médicos, que constaram que não houve fratura. Sigo na disputa do Rally dos Sertões e vou para cima.”

z_006_rs17_viniciusbranca_02173498

Os últimos dois dias de prova foram marcados pelas disputas em formato Maratona, no qual não são permitidos auxílio mecânico externo e a troca dos pneus. O par de pneus Rinaldi HE 42 garantiu a alta performance nos mais de 632 km rodados pelos variados tipos de terrenos. “Os pneus, como sempre, enfrentaram muito bem os desafios e chegaram inteiros. Eu garanto que os praticantes de rally podem confiar no modelo, que está pronto para o que vier”, concluiu Martins.

Nesta quarta-feira (23), os competidores partem de Aruanã (GO) com destino a Barra do Garças (MT). A quarta etapa terá 471 km, entre eles 273 de especiais. A chegada do Rally dos Sertões está marcada para o próximo dia 26 em Bonito (MS), sendo que o percurso total da prova é de 3300 quilômetros. As especiais somam 1999 km. O evento ainda reúne categorias para carros, quadriciclos e UTVs.

Resultados Motos – 3ª etapa (extra-oficiais) 1° – Jean Azevedo – 3:16:12.99
2° – Zé Hélio Rodrigues – 3:21:26.22
3° – Ricardo Martins – 3:23:26.52 – Yamaha Rinaldi Rally Team

4° – Gregório Caselani – 3:25:16.64
5° – Mario Marchiori – 3:38:57.32

Resultados Motos – Acumulado após três etapas (extra-oficiais)

1° – Gregório Caselani – 12:13:33.88
2°- Jean Azevedo – 12:22:33.60
3° – Ricardo Martins – 12:30:13.77 – Yamaha Rinaldi Rally Team

4° – Marco Pereira – 13:09:26.63
5° – Júlio Zavatti (Bissinho) – 13:20:09.48

Programação* – 25º Rally dos Sertões

4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

DI (Deslocamento inicial) – 102,4 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 273,20 km
DF (Deslocamento final) – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3300,06 km

Total de trechos cronometrados (especiais): 1999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações. 

Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2015 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial.

Créditos: Vinícius Branca/Gustavo Epifânio/Fotop

Redação por: - Todos os direitos reservados.

Bitnami